Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 10jan

    PODER 360

     

    Joice Hasselmann diz que governo tem 320 votos para reforma da Previdência

    Mínimo necessário é 308

    3/5 do total de deputados

     

    Reprodução do YouTube – 19.dez.2018

    A deputada federal eleita Joice Hasselmann (PSL-SP) afirmou nesta 4ª feira (9.jan.2019) que o governo tem 320 votos para aprovar a proposta de reforma da Previdência.

    “Estamos construindo, o ministro Onyx está responsável pela construção, mas hoje, temos fechados conosco 320 parlamentares”, disse.

    Por sugerir mudanças na Constituição, a reforma precisa de, pelo menos, 308 votos para ser aprovada pela Câmara. O número corresponde a 3/5 do total de deputados.

    Segundo Joice, o governo manterá o diálogo com esses deputados: 

    “Sempre tem que dialogar, até porque o texto ainda não foi apresentado. O presidente deixa muito claro: não haverá imposição. Vamos convencer bancada por bancada”.

    DEFENDE REGRAS DIFERENTES PARA MILITARES

    A deputada eleita se posicionou a favor da diferenciação de regras para militares.

    “O regime de trabalho dos militares é muito diferente dos civis. Se tem 1 regime de trabalho diferente, de estar a serviço 24 horas por dia, temos que levar isso em consideração. É natural que os militares tenham 1 regime um pouco diferente. Não vejo problema nessa diferenciação”, falou.

    DIZ QUE FILHO DE MOURÃO FOI ‘PERSEGUIDO’

    Ao comentar a promoção do filho do vice-presidente Hamilton Mourão dentro do Banco do Brasil, Joice evitou comentar e disse que o tema deve ser perguntado para o comando do banco. A deputada cogitou que o filho tenha sofrido “perseguição” por governos anteriores.

    “Ele tem MBA na área. Durante 18 anos ganhou o mesmo salário e em governo que não gostam muito da área técnica. Confesso que são duas coisas que pesam na minha balança. Será que ele não era perseguido antes? Por que sendo um quadro técnico tão qualificado sempre ficou sem reajuste?”, disse.

    Antonio Hamilton Rossel Mourão foi promovido a assessor especial da presidência do Banco do Brasil. Há 18 anos no banco, ele terá 1 aumento salarial dos atuais R$ 12.000 para R$ 37.500.

    De acordo com a assessoria do Banco do Brasil, Rossell Mourão trabalhava há 11 anos como assessor na diretoria de agronegócios.

    Ele é formado em administração de empresas e tem pós-graduações em agronegócios e em desenvolvimento sustentável.

    Publicado por jagostinho @ 12:28



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.