Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 29maio

    GAZETA DO POVO

    ARTIGO DE ALEXANDRE GARCIA

    Vamos comemorar! Acabaram os 153 dias em que você trabalha só para pagar imposto

     


    Foto: Marcos Correa / PR

     

    Um dia muito importante em Brasília: reunião da alta cúpula. Nesta terça (28), todos os chefes de poderes no país estiveram em um café da manhã na residência oficial do presidente da República.

    Lá estavam: o presidente da Câmara, Rodrigo Maia; o presidente do Senado, Davi Alcolumbre; o presidente do Supremo, Dias Toffoli; e o presidente da República, Jair Bolsonaro.

    Isso significa que há disposição para pedir um pacto para fazer as coisas de que o país precisa. Um exemplo é a reforma da Previdência, porque se não for feita a reforma o país para.

    E tem que fazer uma reforma mesmo, não adianta essa história de meia sola – isso Fernando Henrique Cardoso fez, Lula fez e não adiantou: está aí o déficit estourando. A reforma Tributária também é necessária.

    Hoje é um dia especial
    Vocês sabiam que hoje (29) completam 153 dias, que pelo cálculo de tributaristas a gente fica trabalhando só para pagar imposto para sustentar o estado brasileiro nos seus três níveis?

    Níveis Federal, Estadual e Municipal – e os três poderes também – Judiciário, Legislativo e Executivo.

    Até agora a gente só trabalhou para pagar imposto. Daqui para frente a gente vai trabalhar para nós. E

    ssa é mais ou menos a proporção da carga tributária sobre nós brasileiros.

    Voltando ao pacto, eles têm também essa Medida Provisória (MP) da qual ninguém fala, porque é boa notícia – por isso ninguém fala.

    É a MP da Liberdade Econômica que vai arrombar as portas da burocracia para os novos empresários.

    Aliás, a MP já está vigente, é bom lembrar. Ela dispensa o empresário de alvará e registro; ele já pode começar a trabalhar; para as empresas que estão ainda em fase experimental, que está começando, como as startups, que estão na moda.

    Bloqueio e cobrança judicial
    Um juiz mandou bloquear até R$ 128 milhões de Aécio Neves. Eu duvido que ele tenha tudo isso, não é possível. Eu lembro dele no tempo de Tancredo Neves – o avô dele -, e ele não é descendente de uma família com grandes fortunas.

    Eu acho que não tem tudo isso…

    Falando em cobrança judicial, a Advocacia-Geral da União está pedindo, pela Justiça Federal do Rio Grande do Sul, que as fumageiras – empresas produtoras de cigarro – tenham que ressarcir a saúde pública dos prejuízos tidos pelo cigarro.

    Isso seria com base na constatação científica que o cigarro é a causa de 26 doenças. As empresas teriam que pagar o prejuízo dos últimos cinco anos com doenças como câncer, enfisema e doenças cardiovasculares.

    Uma vez eu estive no pavilhão Pereira Filho na Santa Casa de Misericórdia, de Porto Alegre, e o médico me mostrou as pessoas com enfisema e me disse:

    “Eles estão pedindo aos céus que a morte venha como uma bênção, porque é um afogamento lento que dura meses”.

    Uma coisa terrível causada pelo cigarro, que endurece os alvéolos do pulmão.

    Publicado por jagostinho @ 13:57



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.