Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 30jul

    AGÊNCIA ESTADUAL DE NOTÍCIAS

     

    Estado e MP vão atuar em parceria para combate a crimes fiscais

     

    O Governo do Estado vai trabalhar de forma conjunta com o Ministério Público do Paraná para combater a sonegação e os crimes fiscais. O governador Carlos Massa Ratinho Junior acompanhou nesta segunda-feira (29) a criação do Grupo de Atuação Especial de Combate à Sonegação Fiscal e Outros Ilícitos Tributários (Gaesf), que vai atuar em parceria com o Governo na fiscalização e enfrentamento a crimes desta natureza.

     

    O Governo do Estado vai trabalhar de forma conjunta com o Ministério Público do Paraná para combater a sonegação e os crimes fiscais.

    O governador Carlos Massa Ratinho Junior acompanhou nesta segunda-feira (29) a criação do Grupo de Atuação Especial de Combate à Sonegação Fiscal e Outros Ilícitos Tributários (Gaesf), que vai atuar em parceria com o Governo na fiscalização e enfrentamento a crimes desta natureza.

    Ratinho Junior afirmou que a iniciativa do Ministério Público atende o interesse do Estado na recuperação de recursos sonegados e vai ao encontro das ações implementadas pelo Governo para ampliar os mecanismos de combate à corrupção na esfera estadual.

    O MP já atua junto com a Secretaria de Estado da Fazenda e com a Procuradoria-Geral do Estado no enfrentamento à sonegação.

    “Trabalhamos para modernizar a máquina e criar instrumentos de autofiscalização da estrutura do Estado. Somos o primeiro estado do Brasil a implantar o programa de compliance em todas as secretarias, que está sendo muito efetivo no dia a dia de trabalho”, afirmou.

    “O Ministério Público tem sido um importante parceiro do Estado para construir projetos que são de interesse da sociedade”, disse o governador.

    O procurador-geral de Justiça do Paraná, Ivonei Sfoggia, explicou que o Gaesf vai incrementar a atuação do Ministério Público com relação às medidas de prevenção e repressão à sonegação fiscal.

    “A ideia é combater os crimes de ordem tributária e atuar na recuperação de grandes ativos, iniciativa que é de interesse do Estado, das instituições e de toda a sociedade paranaense”, ressaltou.

    O procurador de Justiça Maurício Kalache, coordenador do grupo especial, explicou que o Gaesf atuará em todo o Estado, sem prejuízo ao trabalho dos promotores de cada comarca.

    “O propósito é atuar no enfrentamento dos crimes praticados por devedores contumazes, por grandes devedores e sempre que estivermos diante de uma fraude estruturada e complexa”, disse.

    Publicado por jagostinho @ 11:20



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.