Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 06jan

    CONEXÃO POLÍTICA

     

    Presidente Donald Trump é o homem mais admirado entre os americanos, diz pesquisa

     

    Jacquelyn Martin/AP

     

    Em uma nova pesquisa publicada pela Gallup em 29 de dezembro, os americanos disseram que o Presidente dos EUA, Donald Trump, é o homem que eles mais admiram.

    Joe Biden ficou em terceiro lugar, com apenas 6% dos votos, e depois de Barack Obama.

    A pesquisa mostra que 18% dos americanos nomearam Donald Trump como o homem mais admirado, 15% escolheram Barack Obama e 6% Joe Biden.

    Entre outros também que apareceram na lista estão o Dr. Anthony Fauci, o papa Francisco, o empresário Elon Musk, o senador Bernie Sanders, o bilionário Bill Gates, o jogador de basquete LeBron James e Dalai Lama, o líder espiritual dos budistas tibetanos.

    Além das figuras públicas nomeadas pelos americanos, 11% citam um parente ou amigo como o homem que mais admiram;  21% não ofereceram opinião em resposta à pergunta aberta.

    Este ano marca a décima vez que Trump terminou entre os 10 primeiros homens mais admirado entre os americanos, incluindo quatro vezes antes de entrar na política partidária – 1988 a 1990 e 2011.

    Gates terminou entre os 10 primeiros um total de 21 vezes, enquanto Obama já o fez 15 vezes e o Dalai Lama 11 vezes.

    O reverendo Billy Graham, falecido em 2018, ficou entre os 10 primeiros, um recorde de 61 vezes durante sua vida.

    O ex-presidente Jimmy Carter é o homem vivo com o maior número de nomeações entre os 10 primeiros, por 29 vezes, colocando-o atrás de Graham e Ronald Reagan pela terceira vez. Carter ficou fora dos 10 primeiros deste ano, mas entrou na lista de 2019.

    O papa João Paulo II e o general Douglas MacArthur frequentemente figuravam entre os dez primeiros. Eles, junto a Henry Kissinger, são os únicos homens que não eram futuros, atuais ou ex-presidentes a terminar em primeiro lugar das nomeações anuais.

    MacArthur foi o homem mais admirado em 1946, 1947 e 1951; Kissinger liderou a lista de 1973 a 1975, e o Papa João Paulo II o fez em 1980.

    Desde 1946, anualmente a Gallup pede aos americanos que nomeiem o homem que mais admiram.

    Publicado por jagostinho @ 09:15



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.