• 30dez

    CORITIBA.COM

     

    Chapa Coritiba Ideal foi eleita pelos associados para a gestão do próximo triênio

     

    Resultado das eleições 2020

     

    Nesta terça-feira, 29 de dezembro de 2020, após a auditoria da eleição on-line do Coritiba, contagem e validação dos votos computados, a Comissão Eleitoral anunciou a chapa Coritiba Ideal como vencedora do pleito para o triênio 2021-2023, com 2.696 votos, e Renato Follador Junior como novo presidente do Conselho Administrativo do clube.

    A mesa do Conselho Deliberativo validou a homologação dos votos com a presença de fiscais das três chapas concorrentes.

    As eleições deste ano de 2020 aconteceram de forma on-line, através do site coritiba.eleicaoweb.com.br das 10h às 16h, e ao todo 3.570 sócios exerceram o voto.

    A chapa Coritiba Ideal assumirá o posto do Conselho Administrativo nesta quarta-feira (30) no Couto Pereira, e o Conselho Deliberativo será ocupado proporcionalmente ao número de votos de cada chapa, conforme rege o artigo 62 do Estatuto do Coritiba, que diz que cada chapa ocupará o número de cadeiras proporcional ao quociente dentre as 160 a serem preenchidas. 

    A chapa União Coxa obteve 680 votos, e a chapa Coritiba Responsável, votos 182 votos. Tiveram dois votos brancos e 10 nulos.

    Confira o G5 da chapa vencedora:

    PRESIDENTE
    RENATO FOLLADOR JUNIOR

    1º VICE-PRESIDENTE
    JUAREZ MORAES E SILVA

    2º VICE-PRESIDENTE 
    MARCELO BELTRÃO DE ALMEIDA

    3º VICE-PRESIDENTE
    GLENN SÉRGIO MIKOSZ STENGER

    4º VICE-PRESIDENTE
    OSÍRIS PONTONI KLAMAS

     

    Confira a composição do Conselho Deliberativo

     

    Com a conclusão dos votos válidos nas eleições para o triênio 2021-2023 e a vitória da chapa Coritiba Ideal, o Conselho Deliberativo tem os novos membros definidos para a próxima gestão. Conforme o artigo 62 do Estatuto do Coritiba, a ocupação das 160 cadeiras do Conselho Deliberativo é formada proporcionalmente ao número de votos que cada chapa recebe no pleito.

    Desta maneira, foi definido que a chapa Coritiba Ideal ocupará 121 cadeiras, a chapa União Coxa ficou com 31 cadeiras, e por fim a chapa Coritiba Responsável terá oito membros no Conselho Deliberativo.

    Confira os nomes dos novos conselheiros eleitos do Coritiba que somados aos Conselheiros Natos e Vitalícios, comporão o Conselho Deliberativo da gestão 2021/2023:

    CORITIBA IDEAL 

    1 JOCLER JEFERSON PROCOPIO
    2 CELSO HANKE CAMARGO
    3 ALDO ALFREDO MALUCELLI
    4 MARCIO SCHWAB
    5 JORGE LUIZ CALBERG
    6 MARCELO BERGERSON
    7 JOAO GUILHERME MORAIS
    8 LÍDIO JAIR RIBAS CENTA
    9 NEY DE ALMEIDA FARIA NETO
    10 AUGUSTO CESAR SEADE
    11 CESAR IANHEZ DE MORAES BARBOZA CALDAS
    12 FERNANDO EUGÊNIO GHIGNONE
    13 FERNANDO RONDEAU ARAUJO
    14 JORGE GOMES ROSA FILHO
    15 ELCIO GOMES
    16 MAURICIO EDUARDO SÁ DE FERRANTE
    17 GERSON CHIMELLI ARAUJO
    18 MARCELO ALESSI
    19 WELLINGTON FERREIRA RIBAS
    20 MARIO BRAZ DE SANTANA NETTO
    21 RODRIGO ANZANELLO FOLTRAN
    22 CASSIANA LINDER SCHANE
    23 PABLO ANDRES TAPIA CARRENO
    24 WALDEMAR TROTTA JÚNIOR
    25 SANDRO MAURICIO SMANIOTTO
    26 REINHOLD STHEPANES JÚNIOR
    27 GUILHERME VIEIRA PEREIRA OLIVEIRA
    28 RAFAEL VIEIRA PEREIRA OLIVEIRA
    29 LUIZ FELIPE GUBERT BRAGA CORTES 
    30 DANIEL ADALBERTO BUZATO
    31 NELSON LUIS TRELA
    32 DIRCEU TADEU VAZ
    33 RUI BOCCHINO MACEDO
    34 LUIZ HENRIQUE FRANÇA MARTINI
    35 ROGÉRIO HENRIQUE BREDT
    36 JAMIL IBRAHIM TAWIL FILHO
    37 AMILTON CEZAR GASPAR
    38 MAURICIO BRUNETTO
    39 ROGERIO BASTOS VIEIRA
    40 JORGE GOMES ROSA NETO
    41 RICARDO PAVAO TUMA
    42 LIERSON COMIN
    43 DIMAS ANTHONY DIPP VIEIRA
    44 PAULO THOMAZ DE AQUINO
    45 MURILO HIDALGO LOPES DE OLIVEIRA
    46 MICHEL RIBAS GALVÃO 
    47 RICARDO THOMAZ DE AQUINO
    48 PEDRO GUILHERME DE CASTRO
    49 LEANDRO REIF D’ALCANTARA MAIA
    50 ODAIR JOSÉ LEITOLES JUNIOR
    51 FERNANDA RIBAS NEIVA VIEIRA
    52 GLAUCO MACHADO REQUIÃO
    53 CELSO OSNALDO IZEPAO
    54 CHRISTIAN VICTOR MORETTI
    55 ALEXANDRE RICARDO DE LARA 
    56 GUSTAVO TEDESCHI DOS SANTOS
    57 DALTRO MARCELO MARONEZI
    58 LUIZ GUILHERME MACHADO
    59 MANOEL MARLO TRICHES
    60 AIRTON MOREIRA PINTO
    61 MARCUS MAURÍCIO DE SOUZA TESSEROLI
    62 CELSO FERNANDO GUTMANN
    63 CARLOS RENATO GARCEZ DO NASCIMENTO
    64 RENATO CAMARGO NAVARRO PERES
    65 ALBANO LUIS NOVAES BUENO
    66 DIOGO KUSTER DE AZEVEDO
    67 FILIPE TAQUES GHIGNONE
    68 RAFAEL TREVIZAN MERTENS
    69 JOSÉ RENATO DUARTE FILHO
    70 DURVAL DE SOUZA FILHO
    71 ELIAS ABDO FILHO
    72 MARCELO LACERDA TASCHETTO
    73 IRINEU GALESKI JR
    74 JEANCARLOS DE O. NASCIMENTO
    75 ABILIO CESAR HEISS
    76 BRUNO PELLEGRINO DA ROCHA ROSSI
    77 JOSÉ ANGELO F. MATTIOLI
    78 DANILO ZANATTA
    79 GUSTAVO SIMERMANN MAZZO
    80 THIAGO AUGUSTO PORTELLA
    81 GERSON GUSSO
    82 HENRIQUE PEDRO SERBENA GLASMEYER
    83 ALEXANDRE MIRANDA DEMANTOVA
    84 LUIZ CARLOS SOLUCHINSKY JUNIOR
    85 LUIS ADRIANO STALL
    86 CARLOS RENATO PASSOS JUNIOR
    87 CINESVALDO CAVALIERI JUNIOR
    88 PAULO DE TARSO DO AMARAL RODRIGUES
    89 BRIANE TAQUES POSSELT
    90 CRISTIANO GUÉRIOS NARDI
    91 FELIPE VIANA CORNEL
    92 WELLINGTON SILVEIRA DOS SANTOS SANTA CLARA
    93 NEITON JOSÉ DUDZIAK
    94 CARLOS EDUARDO EGG SCHIER DA CRUZ
    95 GIAMPIERRI PASA
    96 GUILHERME DE ABREU E SILVA
    97 MAURICIO BARIL
    98 THIAGO FALCHETTI DOS SANTOS
    99 PEDRO JÚNIOR KOKOT 
    100 ELOIR MARTINI
    101 ANDRE LUIZ RICCIARDI
    102 THIAGO KLUPPEL STROBEL
    103 LUIS CARLOS DOS SANTOS
    104 ADRIANO REIMANN
    105 MARINSON LUIZ ALBUQUERQUE
    106 RODRIGO WOBETO DE ARAÚJO
    107 BRUNO BOZZA PRODOCIMO
    108 JEFERSON LINCOLN BREDA
    109 DOUGLAS RAMOS VOSGERAU
    110 JAIR JOSÉ DE SOUZA
    111 FERNANDO SMAK LOURENÇO
    112 GLOECYR ROBERVAL BORGES ALVES
    113 GIOVANNI BONATO
    114 LUCAS FRUET FIALLA
    115 PAULO CEZAR BARQUILHA DUARTE
    116 SERGIO LUIS STINGLIN DE OLIVEIRA
    117 EDUARDO RUTHES BILOBRAM
    118 LUIS HENRIQUE KOKOT
    119 EDUARDO SILVA DE ALMEIDA LEITE
    120 HENRIQUE COSTA BALLÃO
    121 LUIZ GUILHERME PROSDÓCIMO 

    UNIÃO COXA 

    1 AMAZONAS FRANCISCO DO AMARAL
    2 LUIZ AFFONSO DE LOYOLA BUQUERA
    3 LEOPOLDO GONÇALVES JUNIOR
    4 MARCIO GUILHERME APPEL
    5 LUIZ ROBERTO GOMES VIALLE
    6 ANTONIO CARLOS PRIETO
    7 SEDU PROTAGIO BRANCO JUNIOR
    8 JOSE CARLOS SOARES DA CRUZ
    9 MARLOS BOZZA
    10 ANDRE HENRIQUE APPEL
    11 AYRTON JULIO HEY
    12 SAVINO VILSON FUCCI
    13 EDGARD ANTONIO LIPPMANN JUNIOR
    14 JEAN PAULO MIYAMURA
    15 MARIO LUIZ F FONTOURA
    16 ROBERTO ELUARD DA VEIGA CAVALI
    17 EDILBERTO MAURER
    18 LUIZ CARLOS CUNHA ZANONI
    19 JOSE EDUARDO QUINTAS DE MELLO
    20 LUIZ FERNANDO BUSNARDO
    21 ARAN RUTZ JUNIOR
    22 WILSON DO ROSARIO
    23 JORIL GERALDO TESSEROLLI
    24 LUIZ CARLOS DA CONCEIÇAO
    25 MARCO VINICIUS SCHIEBEL
    26 MARCELO MIECZNIKOWSKI
    27 TONY SALLOUME
    28 MARCELO DE SOUZA TEIXEIRA
    29 NAIM AKEL NETO
    30 ANTONIO CARLOS WITT
    31 LUIZ CARLOS BETENHEUSER JUNIO 

    CORITIBA RESPONSÁVEL 

    1 EDSON RIBAS CASSOU
    2 PLINIO GONZAGA FILHO
    3 LUIZ CARLOS GIUBLIN JUNIOR
    4 ROMERO TADEU MACHADO
    5 JORGE ANUAR KURY
    6 CESAR AUGUSTO KURY
    7 JACINTO NELSON DE MIRANDA COUTINHO
    8 HELIO JOSE ALBERTI  

  • 21dez

    PARANÁ PORTAL

     

    Mano Menezes é demitido pelo Bahia após caso de racismo contra Gerson

     

    Mano Menezes é demitido pelo Bahia após caso de racismo contra Gerson

    O Bahia anunciou na noite deste domingo (20), a demissão do técnico Mano Menezes, após o volante do Flamengo Gerson acusar o treinador e o meia Indio Ramírez de racismo.

    O lance ocorreu no segundo tempo da partida entre Flamengo e Bahia, realizada na tarde deste domingo. Gerson apontou que Ramírez disse “cala a boca, negro”, após uma discussão entre os atletas.
    Durante a discussão, Mano Menezes reclamou da postura de Gerson e usou os termos “agora virou malandragem” e “com o Daniel Alves (jogador do São Paulo), que engoliu ele, ele não discutiu”, ignorando a denúncia de racismo feita pelo volante do Flamengo.

    Na mesma nota que comunicou a demissão do técnico, o Bahia informou que em breve irá emitir comunicado sobre a punição ao atleta Indio Ramírez, após finalizar investigação interna sobre o caso.

    Já Mano Menezes postou uma nota de posicionamento no Twitter e apontou que “condena qualquer ato racismo e reitera que a violência contra quem comete não é caminho para solucionar a questão. E apoia qualquer avaliação e julgamento justo para que o futebol seja sempre referência positiva na nossa sociedade. Crescemos juntos”.

    Após a derrota por 4 a 3 contra o Flamengo, o Bahia seguiu na 16ª colocação do Campeonato Brasileiro, mesma pontuação do Vasco da Gama, primeira equipe dentro da zona de rebaixamento.

  • 17dez


    Hoje estarei participando da Live – Bate Bola, produzida e organizada pelo meu Grande Amigo Edemar Annuseck.

    A transmissão estará disponível via Youtube, Facebook e aqui no Blog.

    Youtube: https://www.youtube.com/user/EAnnuseck

    Facebook: https://www.facebook.com/JotaAgostinho

  • 25nov

    R7

     

    Morre o mito Diego Maradona, maior ídolo do futebol argentino

     

    Eterno camisa 10 da Argentina sofreu uma parada cardiorrespiratória em casa e não resistiu. Ele tinha acabado de completar 60 anos, em 30  de outubro

     

    Maradona conduziu a Argentina ao título mundial de 1986 no México

    Maradona conduziu a Argentina ao título mundial de 1986 no México –Agência Estado 1986

    A Argentina parou. Morreu nesta quarta-feira (25) um dos maiores ídolos da história do país, Diego Armando Maradona, aos 60 anos. O advogado Matías Morla confirmou a perda do amigo e cliente. O ex-jogador teria sofrido uma parada cardiorrespiratória em casa e não resistiu.

    No começo deste mês, o eterno camisa 10 argentino passou por uma cirurgia para retirada de um coagulo no cérebro e ficou internado por dez dias. Durante o preíodo de internação, ele teve crises de abstinência devido ao vício em medicamentos e bebida.

    Craque de futebol que ficou famoso por sua genialidade dentro de campo e sua personalidade expansiva e controvertida fora dele.

    Craque da Copa 1986

    O momento mais importante da carreira de Maradona ocorreu em 1986, quando ele foi determinante para a conquista da Copa do Mundo daquele ano pela Argentina.

    Realizado no México, o Mundial serviu para Maradona chegar a ser comparado a Pelé, tamanha a grandiosidade de sua performance.

    Naquele Mundial, Maradona fez cinco gols. Todos diferenciados. Num deles, conhecido  como “a mão de Deus”, utilizou a malícia para enganar o árbitro tunisiano Ali Bennaceur, dando um leve soco na bola ao disputar pelo alto com o goleiro Peter Shilton, nas quartas contra a Inglaterra.

    No outro, foi genial, marcando um gol antológico após driblar seis adversários, entre eles o mesmo Shilton desde antes do meio de campo.

    Na final, deu um passe preciso para Burruchaga marcar o gol da vitória por 3 a 2 sobre a Alemanha. A atuação de Maradona ganhou nota 10 da revista italiana Guerin Sportivo, na única vez que a publicação deu nota máxima a um jogador.

    Início da carreira

    Nascido em Lanús, em 30 de outubro de 1960, Maradona, desde os nove anos se destacava nas peladas de rua na periferia de Buenos Aires. Jogava também pela equipe “Los Cebolitas”.

    Foi apresentado ao treinador, Francis Cornejo,  das categorias de base do Argentinos Juniors e encantou pelo repertório de seu futebol, com uma canhota habilidosa, controle de bola e chutes precisos, acima da média para a sua idade.

    O treinador teve de convencer os pais de Maradona, Dalma Salvadora Franco, e Diego Maradona, a aceitarem que o menino passasse a treinar no clube.

    Depois que ele começou, sua carreira deslanchou de forma rápida, com multidões se acumulando no pequeno estádio (hoje chamado Diego Armando Maradona) para ver a revelação jogar.

    Maradona tinha outros sete irmãos: Hugo (que também foi jogador), Raúl, Rita, Maria Rosa, Ana Maria e Cláudia.

    No time de coração

    Atuou entre 1976 e 1981 no Argentinos, tendo marcado 149 gols em 166 jogos. Em 1981 foi emprestado ao Boca, que sempre foi seu clube de coração. Naquele ano ganhou seu único título pelo clube, o do Campeonato Metropolitano, terminando como destaque e artilheiro, com 17 gols.

    Àquela altura, já havia sido convocado para a seleção argentina, aos dezessete anos. Mas com 19, defendeu a seleção sub-20 (antes chamada de juniores) e conduziu o time ao título mundial da categoria, na Rússia (então União Soviética), em 1979.

    Uma grande frustração foi não ter sido convocado pelo técnico Cesar Menotti para a Copa do Mundo de 1978.

    Barcelona e Napoli

    Em uma escursão do Boca Juniors pela Europa, passou a despertar interesse em clubes do continente, tendo se transferido em 1982 para o Barcelona, onde teve grandes atuações.

    Mas, por sua personalidade irreverente, permaneceu por menos de dois anos, mesmo tendo conquistado o Espanhol e a Copa do Rei em 1983, além da Supercopa da Espanha em 1984.

    Como se fosse algo predestinado, se transferiu para o Napoli, um clube que nunca havia conquistado títulos nacionais, e fez a equipe se tornar a maior da Itália naquele período.

    Graças às suas atuações, o Napoli ganhou seu primeiro Campeonato Italiano em 1987, repetindo a dose em 1990.

    Pelo Napoli, Maradona ainda foi campeão da Copa da Itália, em 1987; da Copa da Uefa, em 1989 e da Supercopa da Itália, em 1990.

    Polêmicas

    Polêmico, ardoroso defensor de causas da esquerda, ele se desentendeu com dirigentes, como o então presidente da Fifa, Joseph Blatter, a quem cumprimentou com frieza ao receber a premiação pela segunda colocação da Argentina na Copa de 1990.

    Na ocasião, Maradona estava aos prantos, mostrando toda a devoção que tinha pela camisa de seu país.

    Maradona disputou ainda a Copa de 1994, aos 34 anos e, tendo iniciado bem a competição, com um golaço contra a Grécia, acabou sendo suspenso quando foi flagrado em um teste de doping, que teria detectado efedrina, norefedrina, pseudoefedrina, norpseudoefedrina e metaefedrina – estão presentes em descongestionantes nasais – antes do segundo jogo, contra a Nigéria.

    Ele jurou nunca ter se dopado e garantiu que foi vítima de uma cilada para arranhar sua imagem e impedir o título argentino.
    Maradona permaneceu no Napoli até 1991.

    Sua saída teve também relação com um certo desgaste ocorrido em função dele ter se irritado na Copa do Mundo na Itália, quando a seleção argentina foi vaiada durante o hino.

    Decadência

    Do Napoli, se transferiu para o Sevilla, já em um período de decadência futebolística. Ficou na equipe espanhola de 1992 a 1993, tendo participado de um amistoso contra o São Paulo no Morumbi, no qual previu que Cafu, em início de carreira, iria longe no futebol.

    Depois do Sevilla, voltou para o futebol argentino, tendo atuado no Newell´s Old Boys entre 1993 e 1994 e depois no Boca Juniors, entre 1995 e 1997, ano em que se despediu com um jogo festivo em La Bombonera.

    Maradona treinador

    Maradona, depois, se aventurou na carreira de treinador. Fez um bom trabalho comandando a seleção argentina entre 2008 e 2010, tendo dado apoio nos primeiros anos de Messi, considerado seu sucessor, na seleção.

    Mas deixou o cargo contrariado, após a eliminação na Copa do Mundo de 2010, nas quartas de final, reclamando do tratamento recebido de dirigentes. Trabalhou ainda como técnico do Textil Mandiyú (1994); Racing (1995); Al Wasl (Emirados Árabes, 2011 e 2012);

    Al-Fujairah (Emirados Árabes, 2017 e 2018) e Dorados de Sinaloa, México, em 2018. Atualmente era o treinador do Gimnasia e Esgrima, na Argentina. 

    Vida pessoal

    Maradona ficou casado com Claudia Villafañe, de 1984 a 2003, com quem teve as filhas Dalma e Giannina.

    Após um período de relutância, ele assumiu a paternidade de Diego Junior, filho de um relacionamento dele com a italiana Cristiana Sinagra, ocorrido quando o craque jogava no Napoli.

    Jana  é fruto de sua relação com Valeria Sabalain. Diego Fernando é um dos outros filhos, tido em relacionamento com Veronica Ojeda, que durou oito anos. No fim de 2018, Maradona terminou sua relação com Rocio Oliva, cuja duração foi de cerca de seis anos.

    E em março de 2019, seu advogado Matías Morla, anunciou que Maradona era pai de outros três filhos em Cuba, onde passou períodos em tratamentos contra o vício em drogas.

    Inferno das drogas

    Tal dependência foi algo que assolou a fase final da carreira do jogador.

    O uso de drogas, principalmente cocaína, se iniciou provavelmente durante sua passagem pelo Napoli, quando a idolatria subiu a patamares muito altos e ele teve dificuldades de lidar com sua condição humana.

    A decisão de abandonar definitivamente a carreira ocorreu após novo teste ter detectado uso de cocaína.

    Ele teve de passar por algumas internações e idas ao hospital, muitas delas em função de problemas causados pelo vício.

    Naqueles momentos, o povo argentino se mobilizava para rezar por seu ídolo. Desta vez, não houve sucesso.

    O homem Maradona se foi deste mundo. Mas o mito, ficará para sempre.

  • 03set

    BEM PARANÁ

     

    Petraglia fala sobre criação de universidade e sobre clube-empresa

     

    Petraglia e o diretor executivo da Mwove Education, Tiago Magalhães

    Petraglia e o diretor executivo da Mwove Education, Tiago Magalhães (Foto: Divulgação/Athletico.com.br/Fabio Wosnyak)

     

    O presidente do Conselho Deliberativo do Athletico Paranaense, Mario Celso Petraglia, afirmou nessa segunda-feira (dia 2) que estuda a criação de uma universidade, ao lado do CT do Caju.

    “Nosso clube está em projeto de criação de uma universidade, em parceria com a Universidade do Futebol. Adquirimos aquela área de terreno que nos faltava, estamos em fase de projetos para construirmos uma estrutura física para buscarmos a formação de formadores”.

    “Queremos ampliar o leque, não só o futebol. Queremos que nossa universidade forme professores de professores, no aspecto de performance, que serve para qualquer modalidade esportiva”, declarou o dirigente, em entrevista coletiva.

    Petraglia também falou sobre o projeto de lei que facilita a mudança para clube-empresa no Brasil.

    “Agora estamos aguardando a mudança da lei, que já havíamos aprovado em 2016, para que tenhamos sociedades empresariais. E o Athletico, com essa base e fundamento, eu sempre brinco que nos tornamos a ‘noiva mais elegante e cobiçada do Brasil’ para o resto do mundo”.

    “Com certeza vamos encontrar um “príncipe” para que chegue a ter as condições ideais de sermos os campeões do mundo. Essa é a nossa caminhada”, afirmou.

    A entrevista coletiva dessa segunda-feira foi convocada para tratar do Summit Internacional de Performance, que vai acontecer na Arena da Baixada, de 5 a 8 de dezembro, e terá como público-alvo profissionais de Fitness & Movimento, educadores físicos, personal trainers, fisioterapeutas e áreas relacionadas ao esporte.

    “O Athletico Paranaense e a Mwove Education vão promover o maior evento de qualificação de profissionais do esporte do país”, informou o clube.

    O evento terá workshops, mesas redondas, palestras internacionais, cases de sucesso, entrevistas, arena de treinamento e Expo-Performance.

    Palestrantes da área do treinamento desportivo abordarão assuntos desde as categorias de base até a construção de uma carreira promissora no esporte e alta performance esportiva.

    “Dentro do nosso projeto de inovação, de buscar as melhores parcerias e tecnologias, o Athletico Paranaense tem investido há muitos anos na área de performance.”

    “Está chegando o momento de contribuirmos não apenas internamente, para o Clube, mas de uma forma geral, para o aperfeiçoamento de todo segmento do esporte brasileiro. Vamos trazer o conhecimento e a ciência para o desenvolvimento de atletas de alta performance”, disse Petraglia.

    A previsão é de 1.500 participantes no Summit e 8.000 visitantes na Expo–Performance.

    Mais informações no site simperformance.com.

« Entradas anteriores   



Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota