Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 09nov

    G1 -PR / RPC TV

    ponte perigosO internauta Rodrigo Lima Leal, de 34 anos, flagrou crianças atravessando uma ponte em condições precárias no bairro Santa Quitéria, em Curitiba.

    De acordo com Leal, que é administrador, a ponte fica perto do ponto final de duas linhas de ônibus, na capital paranaense, e é a única maneira dos moradores de um conjunto residencial irem do ponto de ônibus até o residencial.

    “Não tem outra ligação mais próxima. O conjunto residencial tem mais de 300 apartamentos, além de muitas residências e comércios em seu entorno”.

    “Ou seja, os moradores, na maioria crianças, que utilizam essas linhas de ônibus, têm que se arriscar na travessia da ponte para chegarem a suas casas ou escolas”,  diz o leitor.

    A ponte fica no fim da Rua Professor Ulisses Vieira.

    O registro foi feito por volta do meio-dia de quinta-feira (7), e o administrador conta que o que mais lhe chamou a atenção foi o fato das crianças fazerem a travessia.

    “Eu vi seis crianças passando por ali em cinco minutos. Estava indo ao mercado e quando voltei vi a situação. Que absurdo isso. É muito fácil cair ali. É muito crítico”, relata.

    “Não tem nenhuma placa informando que a ponte está interditada, tem uma manilha. Está assim há mais de dois meses. Acho que tinha que bloquear e tirar essa ponte dali até colocar uma nova para as crianças não se arriscarem. Se uma criança ou alguém cair ali, ninguém vai ver”.

    Nota da redação

    a Prefeitura de Curitiba tem conhecimento da precariedade da ponte e informou que pretende resolver o problema até o fim de 2013.

    A administração municipal disse ainda que estuda uma maneira de dispensar uma licitação para que a obra ocorra mais rapidamente.

    Segundo a assessoria de imprensa, a ponte chegou a este estágio após uma pessoa passar pelo local com um cavalo.

    Apesar do flagrante das crianças e adolescentes passando pela ponte, a estrutura está interditada, há cerca de dois meses, por duas manilhas.

    A prefeitura pede aos moradores da região que respeitem a interdição e que não insistam em utilizar a ponte, ainda que isso acarrete em um percurso mais longo para os pedestres.

     

    COMENTÁRIO:  Nada a comentar.

    Apenas, ressaltar o descaramento e a desfaçatez nas desculpas da prefeitura: … estuda uma maneira de dispensar uma licitação para que a obra ocorra mais rapidamente… !?!?!?

    É ou não é um deboche explícito ???

     Ou melhor, uma mistura fétida de deboche + escárnio + indolência + incompetência. 

    Enquanto isso, hoje, sábado, alguns secretários municipais despacham na rua, junto com povo.

    Ah, só com um detalhe: o encontro vai ser na pracinha do Batel.

    Então tá !

    POST SCRIPTUM : Só para relembrar. Esta ponte (?) já foi assunto neste Blog, no dia 4 de Novembro de 2013

    ==>> (http://208.113.167.84/?p=76117

    Publicado por jagostinho @ 10:44



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.