Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 27fev

    RENOVA MÍDIA/EDITORIAL

     

    Você tem o direito de ir às ruas contra o Congresso

     

    O povo tem o direito de ir as ruas contra o Congresso

    Foto: Waldemir Barreto / Agência Senado

     

    establishment é o termo utilizado para designar uma elite social, econômica, política e artística que exerce forte controle sobre a sociedade, funcionando como a base dos poderes estabelecidos.

    Nos últimos anos, principalmente durante os governos do Partido dos Trabalhadores (PT), a classe jornalística brasileira andou de mãos dadas com os principais membros deste “seleto grupo”.

    Agora, após a vitória histórica do presidente Jair Bolsonaro nas eleições de 2018, uma boa parte destes jornalistas tenta desesperadamente impedir que o povo saia às ruas em protesto contra as atitudes recentes do Congresso Nacional.

    Como esquecer o que aconteceu no dia 26 de maio de 2019? Este mesmo establishment tentou tirar os brasileiros das ruas, classificando a convocação de manifestações como uma ameaça à democracia.

    O que aconteceu dias depois? Milhões de cidadãos participaram de atos a favor das reformas e medidas do governo Bolsonaro em 26 Estados e no Distrito Federal.

    Quase um ano depois, jornalistas da velha imprensa, políticos, ministros, ativistas, artistas, entre outros, estão gritando contra os atos convocados para o dia 15 de março.

    Muitos deles alegam que protestar contra aqueles que estão no Parlamento é antidemocrático. Eles estão mentindo.

    Você tem o direito de ir às ruas protestar contra as atitudes recentes do Congresso, que, sutilmente, tenta implementar um Parlamentarismo Branco no país.

    Não tenha dúvidas: uma boa parte da imprensa brasileira apoia essa mudança almejada pelas lideranças do Poder Legislativo.

    Como o establishment não conseguiu impedir que o candidato “fascista, racista, machista e homofóbico” vencesse o poste de Lula da Silva em 2018, ele agora busca maneiras de impedir o chefe do Executivo de trabalhar.

    O principal pesadelo da elite política, jornalística e artística é o povo nas ruas. Eles vão fazer de tudo para conter as manifestações do dia 15 de março.

    Não tenha medo. Não há nada de antidemocrático em protestar contra o Congresso Nacional.

    Texto escrito por Tarciso Morais, editor-chefe e fundador da RENOVA Mídia

    Publicado por jagostinho @ 12:31



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.